top of page

Palmeiras: Abel vira dono da razão e foge de perguntas após queda para Boca



Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, preferiu trocar farpas com jornalistas na coletiva após a eliminação para o Boca Juniors do que dar explicações aos torcedores do clube que ficaram incomodados com a estratégia adotada nos dois jogos. O palmeirense não respondeu de forma direta a algumas perguntas, optou por ironia em determinadas ocasiões e atacou os jornalistas de forma geral.


O que ele disse?


" Estamos no Brasil. Quem não conhece a imprensa brasileira? A imprensa brasileira é conhecida em todo mundo por isso. O que você quer que eu diga? Que eu sou o responsável? O responsável máximo, e não é a primeira vez que eu digo isso, sou eu. Então, vou te dizer: eu sou o máximo responsável pela eliminação "


Abel Ferreira ao ser questionado sobre sua parcela de culpa na eliminação do Palmeiras.


" Quem é o treinador desta equipe? Quem é que treina com eles diariamente? Quem é que conhece eles melhor do que ninguém? Quem é que faz tudo para o Palmeiras ganhar? Eu durmo na cama que faço. Eu perco e ganho com a minhas ideias. Se fosse fácil, todos os outros que tivessem sentados nessa cadeira, tinham ganho quanto o que essa equipe ganhou "


Abel Ferreira ao ser questionado sobre sua teimosia na hora de escalar o time.


O que aconteceu?


  • Abel diz que ele mudou o jogo no segundo tempo, não os jovens. Alguns jornalistas citaram que o treinador optou pela mesma estratégia em três tempos contra o Boca (com Artur e Rony no ataque e Mayke e Marcos Rocha pelo lado direito), e não teve sucesso, mas quando Endrick e Kevin entraram no jogo de volta o cenário mudou drasticamente. Na opinião do técnico, não foram os jovens que mudaram o jogo, mas sim a mudança tática que ele fez no intervalo.


  • Técnico português confronta imprensa. Quando o Palmeiras não tem um bom resultado, Abel costuma disparar contra a imprensa para tirar o foco do desempenho da equipe, e foi o que ele fez após a queda contra o Boca. Abel deixou claro que a opinião da imprensa não interfere no seu trabalho: quem toma as melhores decisões para o Palmeiras é ele, e não quem acompanha o clube de fora, afirmou.


  • "Ótima pergunta, mas para o final da temporada". Abel foi questionado pelo jornalista Leandro Boudakian, da Rádio Transamérica, sobre o planejamento da próxima temporada, e ele disse que só irá responder no final do ano.


  • Durante toda coletiva, o técnico evitou dar respostas diretas e explicações ao torcedor — preferiu ironizar algumas perguntas. Incomodado com um questionamento sobre a mobilidade que o time ganhou no 2º tempo, o português debochou: "Sabe quantos arremates deu nosso adversário? Não. Deveria saber, está tão bem informado".

E agora?


Abel afirmou na coletiva que o sonho do Palmeiras era conquistar o tetracampeonato da Copa Libertadores. Com a eliminação, o que restou foi o Campeonato Brasileiro. Apesar do Alviverde ter chances de brigar pelo título do Brasileirão, o técnico voltou a jogar toda a responsabilidade para o Botafogo, insinuando que haveria algo pré-determinado:


"Conhecendo o futebol brasileiro e sul-americano como conheço, não altero uma vírgula sobre aquilo que eu disse: o Botafogo tem tudo para ser campeão brasileiro".


O Palmeiras junta os cacos da eliminação para o Boca e volta a campo no domingo (8), contra o Santos, às 16h (de Brasília), pelo Brasileirão. O time de Abel ocupa a 4ª posição da tabela com 44 pontos — 8 atrás do líder Botafogo.


FONTE: UOL

2 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page