top of page

Mansão milionária de Pelé está em estado de abandono e é alvo de ladrões; veja antes e depois


Sinais de abandono, deterioração devido ao tempo e destruição por vandalismo. Este é o cenário atual de uma das casas de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, que morreu aos 82 anos, em decorrência de um câncer no cólon, em 2022. O advogado de Edinho, filho do ex-jogador e responsável por administrar os bens deixados pelo pai, contrariou as versões de moradores locais ouvidos pelo g1 e afirmou que o imóvel em Guarujá (SP) não está abandonado.


A mansão ocupa um quarteirão na Praia de Pernambuco. Conforme apurado pelo g1, a casa foi a penúltima residência de Pelé antes do ex-jogador morar com a esposa, Márcia Aoki, em um imóvel no Jardim Acapulco, na mesma cidade. Apesar da mudança, o Rei continuou a frequentar o local.


Segundo moradores, funcionários da mansão foram demitidos após a morte do Rei, dando início aos sinais de abandono do imóvel. Além disso, criminosos usaram as árvores ao redor para invadir a casa e furtar fios de cobre. A residência, que antes tinha um transformador de energia exclusivo, hoje está sem luz.


Edson Cholbi do Nascimento, o Edinho, é o inventariante, ou seja, responsável por administrar os bens de Pelé. O advogado Augusto Miglioli, que representa o filho do Rei, alegou que a casa foi desocupada e os funcionários foram demitidos com o Atleta do Século ainda vivo. A defesa destacou que estes fatos não foram influenciados pela morte dele.


Estado de abandono


O g1 esteve em frente à casa onde Pelé colecionou momentos com a família e amigos. É possível ver o estado de abandono mesmo de longe. O mato, aparentemente sem ser aparado há meses, esconde parte da mansão. De perto, o interfone sem botão, além de ferrugem nos portões e teias de aranha espalhadas pela construção (assista no topo da reportagem).


Outras imagens, enviadas à equipe de reportagem, mostram o interior da casa. Assim como na fachada, o mato também cresce no jardim presente na sala e, principalmente, na parte externa, de forma que quase não dá para ver o que já foi um campo de futebol. A água da piscina apresenta coloração esverdeada, e a área interna não tem mais itens pessoais do Rei.



De quem é a casa?


A viúva Márcia abriu mão de ser a inventariante do Rei do Futebol. Por este motivo, o filho Edinho assumiu o posto.


O advogado afirmou que a residência possui problemas estruturais, mas ressaltou que estes "já estão sendo cuidados".



"A ação dos vândalos ocorre em um momento de reestruturação e diz respeito à ausência de segurança naquele local. No mais, todos esses pontos estão sendo cuidados pelo Espólio [conjunto de bens]", explicou o advogado.


O processo de inventário, no entanto, está em segredo de Justiça. Conforme registrado no documento, a justificativa do desembargador Miguel Brandi, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), foi de que esta é uma ação envolvendo uma "pessoa conhecida e reconhecida mundialmente".


FONTE: g1


4 visualizações0 comentário

Commenti

Valutazione 0 stelle su 5.
Non ci sono ancora valutazioni

Aggiungi una valutazione
bottom of page