top of page

F1 PROÍBE MASSA DE IR AO GP DA ITÁLIA E PEDE REMOÇÃO DE FAIXA DE TORCEDORES DA FERRARI



Felipe Massa não estará mais presente no GP da Itália deste fim de semana. Originalmente, o brasileiro estaria acompanhando de perto a ação da etapa de Monza, mas precisou mudar de planos após receber um pedido da própria Fórmula 1 para que não comparecesse ao autódromo, de acordo com a apuração do Motorsport.com com pessoas do staff do brasileiro.


A categoria posteriormente informou que Massa não está 'banido', mas que poderá comparecer a um GP como qualquer outra pessoa, mas sem as atribuições de embaixador da F1.


Esta seria a primeira vez que Massa circularia pelo paddock da categoria desde o início do processo de judicialização do resultado da temporada 2008, iniciado após as declarações de Bernie Ecclestone dadas em março deste ano. Segundo o ex-chefão da F1, ele e o então presidente da FIA, Max Mosley, estavam cientes da manipulação do GP de Singapura, mas optaram por não fazer nada.


A informação do pedido para que Massa não fosse a Monza foi confirmada pela equipe de Felipe ao Motorsport.com. O piloto sequer embarcou para a Itália, permanecendo em São Paulo.


Além disso, a direção da F1 exigiu a remoção da faixa colocada na quinta-feira na reta principal do circuito de Monza com os dizeres "Felipe Massa - Campeão do Mundo de 2008". O banner foi colocado pela Scuderia Ferrari Club Caprino Bergamasco, um dos vários fã-clubes de tifosi que marcam a presença no GP deste fim de semana.


Segundo a categoria, o motivo para a remoção da faixa é que ela atrapalharia a visão do público, embora ela tendo sido colocada rente ao chão.


FONTE: UOL

3 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page